Coma estes alimentos para ter uma pele saudável

Já falamos, em nosso blog, sobre a importância do exercício físico, para o cuidado com a  pele. Agora, é hora de você conhecer os alimentos mais indicados para ter uma pele saudável.

Independentemente da preferência do seu paladar, eles nunca devem ficar de fora das refeições. Afinal, são ricos em nutrientes, têm poucas calorias e ajudam a hidratar o organismo. Por isso, veja o que o consumo rotineiro de algumas delícias naturais pode fazer pela sua saúde. Depois, repense sua rotina alimentar e use a seu favor!

Ouça este conteúdo:

 

O que os alimentos mais indicados para uma pele saudável têm em comum?

Os alimentos que contribuem com uma pele saudável são, em sua maioria, in natura ou minimamente processados. Por isso, na hora das compras dê preferência aos orgânicos e cultivados por produtores locais.

Mas atenção: não adianta comer bem apenas de vez em quando. É preciso se organizar para ter refeições saudáveis diariamente. Só assim, os benefícios serão sentidos na pele, bem como em todo o organismo.

Quais tipos de alimentos fazem bem para a saúde da pele?

Diferentes componentes funcionais promovem diferentes benefícios ao organismo. Para a saúde da pele é importante dar preferência aos alimentos antioxidantes, que combatem os radicais livres, e ricos em vitaminas, por contribuir com a produção de colágeno e renovação celular.

Quando se deseja consumir alimentos para atingir uma pele saudável, as sugestões a seguir são boas escolhas:

1. Cenoura

Rica em betacaroteno e vitamina A, que deixa a pele mais macia e ajuda a prevenir rugas. Juntos, esses compostos neutralizam os radicais livres, responsáveis pelo envelhecimento precoce, e colaboram, ainda, para um bronzeado saudável.

2. Frutas vermelhas

Morango, amora, framboesa, mirtilo, entre outras, são ricos em vitamina C, antocianinas (pigmentos que dão as cores intensas) e ácido elágico, componentes que agem como antioxidantes, protegendo as células dos radicais livres.

3. Melancia

Rica em vitaminas, bem como em licopeno e glutationa. Esses nutrientes atuam como antioxidantes, combatendo a oxidação celular e, consequentemente, o envelhecimento precoce. Além disso, por ter bastante água, é um dos alimentos mais hidratantes.

4. Abacate

Rico em ácidos graxos monoinsaturados e em compostos que estimulam a produção de colágeno, colaborando para a elasticidade e firmeza da pele.

5. Aveia

Prefira a versão integral, por preservar as fibras solúveis que melhoram o funcionamento do intestino e, consequentemente, a absorção dos nutrientes — o que reflete na saúde da pele e de todo o organismo.

6. Iogurte e leite fermentado

Ricos em probióticos (lactobacilos) presentes na flora intestinal. Ao melhorarem a função gastrointestinal, esses micro-organismos diminuem a acne. Também atenuam a dermatite atópica e a rosácea.

7. Cebola e alcachofra

Ricas em pré-bióticos (fruto-oligosacarídeos), os quais servem de alimento para os micro-organismos presentes na flora intestinal. Sua ingestão potencializa a ação dos probióticos.

8. Folhas verdes-escuras

Esses vegetais (couve, escarola, almeirão, rúcula, chicória, espinafre etc) são ricos em fibras e vitamina E, também um poderoso antioxidante. Por isso, ajudam a prevenir o envelhecimento precoce.

9. Sementes e oleaginosas

Também são ricas em vitamina E. O indicado é ingeri-las no café da manhã, pois sua ação será realizada durante todo o dia, tendo efeito cumulativo para combater as mudanças que aparecem na pele com o passar dos anos.

Para incluir na sua dieta, a receita é simples: basta bater a mesma medida de sementes de linhaça, de girassol e de amêndoas (todas sem sal) no liquidificador. Depois é só consumir uma ou duas colheres (de sopa) da farofa com suco natural ou sobre uma fruta.

Por que associar procedimentos dermatológicos à alimentação saudável?

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, uma dieta não balanceada acelera o envelhecimento da pele. O excesso de açúcar, por exemplo, leva à glicação — processo que culmina no estresse oxidativo das células.

Por isso, ao optar por um procedimento, deve-se repensar a forma como se alimenta e, se necessário, fazer uma reeducação alimentar.

Afinal, um organismo bem nutrido funciona adequadamente. Isso reflete na saúde da pele, fazendo com que os benefícios dos tratamentos dermatológicos sejam potencializados e, seus resultados, mais duradouros.

Assim, consuma mais alimentos indicados para ter uma pele saudável nas refeições do dia a dia. Além dos citados neste artigo, frutas, verduras e legumes, em geral, fazem muito bem para o organismo, assim como sementes, cereais integrais e peixes. E não se esqueça de beber bastante água, mesmo nos meses mais frios.

E então? Gostou deste conteúdo? Aproveite para dividi-lo com seus amigos e familiares! Compartilhe em suas redes sociais e ajude a conscientizar mais pessoas sobre a importância de uma alimentação saudável!

Compartilhe nas suas redes!

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter

    Inscreva-se em nossa newsletter

    Receba mais informações sobre cuidados para a saúde em seu e-mail.

    Artigos relacionados:

    Covid-19: procedimentos que ajudam na recuperação

    Autocuidado é muito mais que estética....

    “Tenho acne. Posso fazer limpeza de pele?”

    Será que a limpeza de pele...

    Quem tem silicone pode fazer mamografia?

    Você tem medo de “estourar” as...